Casa Nutrir, combatendo a desnutrição.


Moçambique: 55 crianças morrem ao dia Maior taxa de mortalidade infantil, 246 em cada mil morrem nos primeiros 5 anos de vida

Você sabia que uma criança com alto nível de desnutrição não sorri? Ela também não brinca e não se relaciona com os demais. Embora possam parecer gordinhas, a desnutrição mais comum em Moçambique deixa as crianças inchadas, o que indica uma situação grave. E ela mata. Fatalmente. Lentamente. Aos olhos desesparados dos pais e de uma população abandonada.

Uma criança desnutrida é uma criança triste.
dscn0457_0.jpg?itok=59B4iJv8

Segundo último relatório sobre desenvolvimento humano da ONU (ONU, 2020), Moçambique ocupa o antepenúltimo lugar entre 187 países, sendo um dos quatro países africanos com maior taxa de pobreza. Segundo estudo do governo de Moçambique, 44% das crianças moçambicanas sofrem de desnutrição crônica e um terço delas morre em decorrência de questões ligadas a desnutrição.

É para combater essa realidade em uma das províncias com o maior índice de desnutrição de Moçambique, Nampula, que um grupo técnico de voluntários, liderados pelo Dr. Ailton Alves Junior, médico, consultor internacional em situações crônicas de saúde e com experiência em projetos de combate a desnutrição, desenvolveu o projeto CASA NUTRIR – um centro de recuperação e educação nutricional.

O projeto prevê a construção de uma cozinha industrial, dispensa e refeitório; aquisição de conjunto de equipamentos e material específicos como balanças para pesagem, réguas antropométricas, equipamentos médicos, formulários e apostilas para capacitação da equipe e execução do projeto, além de viagem semestral Brasil/Moçambique da equipe técnica brasileira responsável pelo projeto para capacitação e monitoramento presencial da equipe técnica local.

Com isso, será possível implantar e manter na região um verdadeiro centro de combate à desnutrição e seus efeitos, que vai atender a gestantes, lactentes e crianças desnutridas de elevada vulnerabilidade bio-psico-social.

101_7823.jpg?itok=mIqHb2Xe

Ao ajudar, você estará salvando a vida dessas crianças!!

A execução do projeto se dará em parceria com o CECORE, uma organização social brasileira que, há três anos presente em Moçambique, atende a cerca de 100 crianças em sua unidade em Nampula, que será também a sede da Casa Nutrir. As crianças da comunidade frequentam a escola infantil e recebem refeições diárias. Além disso, o CECORE oferece opção de desporto social e educativo a outras dezenas de crianças e adolescentes.

amina_e_clara.jpg?itok=s4V1NyAV


O projeto contribui diretamente com os seguintes objetivos estratégicos do plano de enfrentamento moçambicano da desnutrição crônica:

  • Fortalecer as intervenções com impacto na saúde e nutrição das mulheres em idade fértil antes e durante a gravidez e lactação.
  • Fortalecer as atividades nutricionais dirigidas às crianças nos primeiros dois anos
  • Fortalecer as atividades dirigidas aos agregados familiares, para a melhoria do acesso e utilização de alimentos de alto valor nutritivo.
  • Fortalecer a capacidade dos Recursos Humanos na área de nutrição.

Não perca tempo. Doe agora!

Por que a Casa Nutrir fará diferença?

Esse é um projeto que salva vidas e que muda a realidade de uma comunidade inteira. O bebê que cresce saudável, se torna uma criança capaz de aprender (a ler, escrever, raciocinar) e um adulto capaz. Assim, diferente de seus pais, estes poderão ter empregos, ser empreendedores, multiplicar suas habilidades e contribuir com uma comunidade que será diferente por causa dessa geração. Muitas vezes nos perguntam porque esse projeto acontece lá em Moçambique e não aqui no Brasil. O fato é que, diferente das famílias carentes brasileiras, que têm acesso a benefícios do governo e a ajuda da própria comunidade, o moçambicano não tem a quem recorrer. As crianças nem sempre comem todos os dias, ou comem apenas uma vez ao dia. Não tem acesso à escola, porque os pais preferem colocá-las para trabalhar desde muito novinhas. É uma realidade muito diferente da nossa, muito triste. A nossa participação é de importância vital em lugares como esse. Se a primeira Unidade da Casa Nutrir se tornar sustentável, em breve teremos outras pelo país e o impacto será ainda maior. A hora é agora! Contribua com Casa Nutrir, combatendo a desnutrição.
  • Anônimo

    R$25
  • Anônimo

    R$15
  • Anônimo

    R$35
  • Anônimo

    R$20
  • Anônimo

    R$25
  • Anônimo

    R$10
  • Anônimo

    R$20
  • Anônimo

    R$48
  • Anônimo

    R$15
  • Anônimo

    R$25
Nenhum resultado foi encontrado

Jefferson Nunes

Criado 13/01/2021 Belo Horizonte - MG

70 dias restantes

R$6,370 de R$25,000 objetivo

25% Levantado Por 32 Doação 7-ONG /Comunidade
Selecione esta Recompensa

Juramento R$20

Apoiador

Seja um apoiador dessa causa

:reivindicação reivindicada de100 Entrega Estimada: April, 2021
Selecione esta Recompensa

Juramento R$50

Doador Especial

Seja um apoiador dessa causa

:reivindicação reivindicada de100 Entrega Estimada: May, 2021
Selecione esta Recompensa

Juramento R$100

Padrinho da Casa

Seja um apoiador dessa causa

:reivindicação reivindicada de100 Entrega Estimada: May, 2021
Selecione esta Recompensa

Juramento R$200

Benfeitor da Gente

Seja um apoiador dessa causa

:reivindicação reivindicada de100 Entrega Estimada: May, 2021